A pesquisa no Google nunca mais será como antes

Escrito em 15.11.2016 • Por rui • Em Blog, SEO
317 leitura(s)

A pesquisa no Google nunca mais será como antes

Escrito em 15.11.2016 • Por rui • Em Blog, SEO
317 leitura(s)

Prepare-se para a próxima grande actualização do Google

ilustração de como funcionam os bots do GoogleJá ouviu falar na expressão “mobile first” ? Prepare-se, pois se têm um negócio com presença online, irá ter que se adaptar às novas “regras” do Google.

O motor de pesquisa mais conhecido em todo o mundo, irá aplicar uma das maiores revoluções nas suas pesquisas, desde a actualização do “Google Penguim” (nome de código do último grande update do algoritmo do Google).

Neste caso, falamos da indexação de páginas, privilegiando os conteúdos optimizados para dispositivos móveis, ou seja, dar prioridade às versões mobile dos conteúdos nos resultados de pesquisa.

As pesquisas do Google funcionam basicamente da seguinte forma: os bots Google procuram por toda a internet, em mais de 60 triliões de páginas, e links associados. De seguida, categoriza-os num gigantesco índice baseado numa centena de diferentes factores.

Este índice, juntamente com uma série de algoritmos, permite ao Google recuperar os resultados de pesquisa relevantes (lista de “links azuis”) quando o utilizador procura por algum termo no campo de pesquisa.

Com esta nova actualização, o Google irá determinar o ranking dos websites com base no seu conteúdo para dispositivos móveis.

“O nosso índice de pesquisa continuará a ser um índice de sites e aplicativos, no entanto, os nossos algoritmos utilizarão principalmente, a versão mobile dos conteúdos do site, para classificar as páginas desse mesmo website, identificando os dados estruturados e passando a exibir excertos dessas páginas nos resultados de pesquisa ”, declarações prestadas por parte de Doantam Phan, gestor de produto da Google.

Com essa alteração, os sites que não possuem versões mobile funcionais, vão provavelmente desaparecer ou aparecer em posições inferiores nos resultados da pesquisa.

A mensagem do Google é clara:

Chegou o momento de nos adaptarmos definitivamente à versão mobile.

Os resultados da pesquisa serão melhores, o que acaba por ser uma boa notícia, uma vez que a maioria das pesquisas feitas actualmente, são efectuadas principalmente, através de smartphones e tablets.

Se pretender mais informações àcerca de websites responsivos poderá ter interesse em ver este video

pessoas já gostaram

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.