Dicas para ter uma Marca com personalidade (parte II)

Escrito em 16.12.2015 • Por filomenaserrao@gmail.com • Em Blog, Marketing e branding
257 leitura(s)

Dicas para ter uma Marca com personalidade (parte II)

Escrito em 16.12.2015 • Por filomenaserrao@gmail.com • Em Blog, Marketing e branding
257 leitura(s)

Uma Marca com personalidade é o resultado de um bom Branding

diversos logotipos da tugaforce

As dicas servem não para ser o designer da sua própria marca, deixe isso para os profissionais, mas para saber avaliar e saber identificar se está perante algo que pode se transformar numa marca.

Claro que a primeira dica é que uma marca não se faz só porque está desenhada, porque existe um grafismo ou um nome. As marcas constroem-se, evoluem e ganham espaço no mercado consequência de ações nesse mercado, de outra forma não existem.

Mas a fase da construção da marca – o Branding – é fundamental.

2. Atualmente a tendência gráfica é para o “flat design” …

…sem arabescos, sem tridimensionalidades, nem muitas cores ou elementos, o grafismo tem se ser fácil de registo mental. Nós queremos a nossa marca na mente das pessoas.

3. “ keep it simple” é uma boa máxima para o design

Não confundir a audiência, não complicar, o melhor é eliminar os excessos e tudo o que possa por em causa a sua personalidade.

4. Acresce “Keep it Consistent”

Ver um cartão de visita ou ver o site ou folhear uma brochura devem mostrar coerência, a associação da marca ao produto ou área de negócio é fundamental. Quando vê apenas o símbolo da Nike, sabe que é Nike, é desporto, quando passa a carrinha com o cavalo vermelho sabe que é dos CTT – a historia repete-se nos vários canais usados, site, publicidade impressa, facebook, etc.

5. Fácil de entender?

A comunicação no site deve ser simples, direta sem complicações. Se entro num site eu tenho de interpretar que se vende hamburgers e não dietas. O visual da marca tem de ter coerência com a identidade. E não esquecer de falar a mesma linguagem nas diversas plataformas onde estiver presente, e por isto quero dizer elementos gráficos iguais e semelhantes.

6. E quanto ao logo? E as fontes? E as cores?

O logo não é tudo, apesar de ser importante e fazer parte da identidade . A sua audiencia vai associar o seu logo (e deve fazê-lo) a tudo o resto. Por isso um logo simples e boa combinação de cores e elementos ajudam a transmitir as mensagens.

 

Veja alguns exemplos

pessoas já gostaram

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.